Envelhecimento

O equilíbrio da pirâmide etária há muito que se tem vindo a inverter, tanto num contexto nacional como mundial. O papel do idoso na sociedade ganha dimensão à medida que a esperança média de vida aumenta e os cuidados de saúde permitem envelhecer mais e melhor. O adulto de hoje, reconhece a possibilidade de viver acima dos 100 anos, mas a qualidade da saúde com que se vive e envelhece é um factor de preocupação. Escolhas informadas de estratégias de promoção de saúde e prevenção da doença, são frequentemente adoptadas pelos indivíduos com espírito critico e um papel activo.

A fisioterapia aplicada à saúde do idoso está presente desde a prevenção até a reabilitação. Dentro do contexto preventivo, o fisioterapeuta que atende a pessoa idosa, necessita ter uma visão preventiva e, através de recursos próprios, proporcionar a funcionalidade e/ou capacitação do indivíduo, contribuindo para um envelhecimento mais saudável, e com melhor qualidade de vida.
No contexto da reabilitação, onde já existe um ou mais quadros patológicos instaurados, o fisioterapeuta necessita de estar dotado de um raciocínio clínico minucioso, e dentro de estratégias de intervenção precisas, atingir os objectivos específicos e favoráveis. No âmbito do envelhecimento patológico, as comorbilidades são uma realidade, e cuidar de um idoso  com pluripatologias é para muitos um desafio.

Entrar na Área Reservada
Acesso à Área Reservada

Por favor indique o seu número de Associado e o seu NIF.